Leonor

21 anos, a viver em Lisboa desde sempre e um bocado obcecada por tudo o que envolva comida. (Não é uma patologia, é uma condição.) 

Formada em cozinha e pastelaria onde nem sempre fui ensinada a respeitar o tempo das coisas, a história, a natureza, a simplicidade, por isso a minha atenção vai muito para isto tudo. Fazer as coisas com calma e alma, devagar. Na cozinha não tem que ser sempre a correr, não tem que estar sempre a ferver, basta fervilhar.

Acho importante perceber a origem de cada coisa, a comida traz sempre uma história - tento sempre ser criativa sem me esquecer dessa história, sem perder a simplicidade e a verdade em cada coisa que faço.

Gosto de descobrir os vários caminhos para chegar a Roma ou a um semifreddo de cair para o lado. Nunca há só um caminho nem uma só verdade.

blog.png